'A Saga Crepúsculo' continuará após 'Parte 2'

19.11.2012
Renato Marafon

No começo do ano, a Lionsgate Entertainment anunciou que comprou a Summit Entertainment.

No comunicado, Jon Feltheimer, chefe da Lionsgate, anunciou que pretende continuar a franquia 'Crepúsculo' após 'Amanhecer - Parte 2'.

Agora, Rob Friedman, outro chefe da empresa, comenta o assunto e os boatos de que a série ganharia um reboot.

"No momento, não temos motivos para fazer um reboot. Mas vamos apoiar Stephenie Meyer, autora dos livros, em qualquer que seja sua decisão”.

Segundo o Bloody Desgusting, a Lionsgate atualmente analisa como seguirá com a franquia: sendo um remake, uma continuação ou um spin-off.

Isso sim é saber ganhar dinheiro.

Stephenie Meyer, criadora da 'Saga Crepúsculo', revelou que ela está escrevendo um novo livro, que acompanhará Jacob Black (Taylor Lautner) e sua relação com Renesmee (Mackenzie Foy), a filha de Bella Swan (Kristen Stewart) e Edward Cullen (Robert Pattinson). O novo livro será escrito com a intenção de transformá-lo em um filme.

[SPOILERS] No fim da Parte 1, Bella quase morre, mas Edward consegue transformá-la em vampira. Ao ver Reneesme, filha de Bella, Jacob tem um imprinting (amor à primeira vista). Bella não aceita esse fato no início, mas depois compreende e eles convivem em harmonia. Após algum tempo, entretanto, a criança (que se desenvolve rapidamente) é vista por Irina, do clã Denali, que está com raiva dos transmorfos, pois eles mataram Laurent - um integrante do clã de James (Crepúsculo), "amante" que ela teve quando ele foi morar em Denali. Irina fica com raiva e conta aos Volturi sobre Renesmee, iniciando um batalha sangrenta, que dará fim à Saga Crepúsculo.

'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2' estreia em 16 de novembro de 2012.

Bill Condon é o diretor. Ele tem no currículo filmes de prestígio como 'Kinsey - Vamos Falar de Sexo' e 'Dreamgirls - Em Busca de Um Sonho'. Segundo ele, o longa deixará o romance de lado e se focará mais na ação. "Teremos o encontro dos clãs de vampiros de todo o mundo, então será mais global, e épico", finalizou.