Jogos Mortais 5

(Saw V)

Elenco: Laura Gordon, Tobin Bell, Scott Patterson, Costas Mandylor e Julie Benz.

Direção: David Hackl
Gênero: Terror
Duração: 90 min.
Distribuidora: Buena Vista
Estreia: 31 de Outubro de 2008

Sinopse: Você acha que acabou? O Jogo só está começando. Em 'Jogos Mortais 5', o detetive Hoffman (interpretado por Costas Mandylor no quarto filme) se tornou a única pessoa viva a saber das artimanhas de Jigsaw. Agora, ele precisa eliminar todas as pontas soltas deixadas pelo criminoso.

Curiosidades:
» Em entrevista recente, o ator Tobin Bell, que interpreta o assustador Jigsaw na franquia de sucesso, revelou que assinou contrato para cinco filmes da série.

» As partes 5 e 6 devem encerrar a franquia de uma vez por todas e serão filmados ao mesmo tempo.

» David Hackl, assistente de direção de todos os longas da franquia e diretor do quinto e sexto, pretende filmá-los ao mesmo tempo. Assim poderia reduzir bastante os gastos e valores totais da produção.


Trailer:


Cartazes:


Fotos:

Comentários:

Nota
Comentários

Escrito por: Igor Fernandes (igor.dn@bol.com.br)

"A quinta parte de jogos mortais traz consigo a manutenção do alto nível. O longa consegue mais uma vez, prender-nos em sua teia. Saw 5 trabalha no comprometimento de esclarecer o envolvimento de Hoffman (Costas Mandylor) com Jigsaw (Tobin Bell). O roteiro é projetado para nos fazer entender a razão que levaria Hoffman, um detetive de polícia, a compactuar e unir-se a Jigsaw no seu propósito de fazer com que as pessoas se arrependam de seus erros e retornem a viver de um modo melhor, porque na sua mente doentia, é esta sua intenção. A violência nas mortes continua, mas a quantidade de carneficina é
reduzida, não se sabe devido ao estilo do novo diretor, ou se isto era preocupação secundária para esta quinta parte. Em geral, a trama é muito bem
conduzida, a trilha sonora continua excelente, e o elenco transmitindo boa
atuação. Talvez Costas Mandylor possa melhorar um pouco, já que provavelmente conduzirá o sexto filme, mas a presença de Tobin Bell, ainda
que morto, através de flash backs, infinitamente abordados na franquia,
mantém o foco em cima de Jigsaw, sem a presença dele a atração do público
ficaria diminuta. Infelizmente, o diretor estreante David Hackl cometeu um erro gigantesco. O desfecho do longa é muito bem bolado, assim como nos outros quatro filmes, mas não nos surpreende. Diferentemente dos filmes anteriores, quando saímos boquiabertos, impressionados, alguns até com a sensação de paralisia, tamanha seria a surpresa com o fim, Saw v, no seu final, nos decepciona. Esperávamos ser enganados, ludibriados por uma manobra espalhando inteligência e criatividade, no entando, ao invés disso, nos foi ofertado um fim previsível. O desfecho continua inteligente, mas como o grau de criatividade dos demais era muito grande, ficamos com a sensação de que foi um fracasso, entretando, com certeza não chegou a esse nível, embora a tradição de estuperfação tenha sido quebrada, e Hackl deverá se preocupar muito com este ponto na composição do sexto longa, que será o último da série. Mas, independente disto, nem de longe, Jogos Mortais perdeu sua magia. É intrigante imaginar que Saw, filmado em apenas dezoito dias e construído para ir direto para o vídeo (foi decidido levá-lo as telas após um boa aceitação em um festival de cinema norte-americano), tenha se definido como obra-prima e posteriomente gerado outras quatro sequências, isso sem contar no sexto filme, que chegará as telas em 2009. Só tenho a agradecer aqueles que idealizaram esta franquia, pois foi por meio deles que nós cinéfilos podemos novamente nos encantar com o gênero, ultimamente marginalizado por conteúdos fracos, ausência de criatividade e gritos e berros desnecessários. Espero com ansiedade pela chegada do sexto, que finalizará a história, e acho, que se possível, David Hackl deveria trabalhar em conjunto com Daren Lynn Bousman e Leight Whannell, para tentarem fechar com chave de ouro."

Escrito por: Vinicius Evaldt (vinicius_evaldt@hotmail.com)

"Mais um Halloween, mais um Jogos Mortais Esse ano somos presenteados com um filme mais dinânico, mais focado no personagens, e muito divertido. Os fãs vão adorar e quem não é fã pode gostar também. Tobin Bell mais uma vez se mostra um ótimo ator, Costas Mandylor até que possui talento e carisma e a direção do novato David Hackl dá mais folego à mitologia da franquia. Isso somado à história e o desfecho da película, faz Jogos Mortais V se destacar em um mundo onde sequências desnecessárias estão em todos os lugares. Que venha Saw VI."

Anuncio