Karate Kid


Desde que surgiram as primeiras noticias e informações sobre o remake do clássico da sessão da tarde da década de 80, “Karatê Kid: A Hora da Verdade”, muitas pessoas, e até mesmo eu, acabaram torcendo o nariz por achar que com certos clássicos não precisa se mexer.

Bomba à vista. Era isso que todos pensavam e falavam quando surgia uma nova foto, um novo vídeo ou qualquer outro material de divulgação do filme. Para a bomba ser completa, o novo protagonista seria vivido pelo filho do ator Will Smith, sabe? Ele mesmo. O filme tinha todos os temperos certos para ser a bomba do ano, mas não é que o filme é bom?

Desta vez, Daniel LaRusso é Dre Parker (Jaden Smith), um garotinho de 12 anos, que se muda para China por causa do novo trabalho da sua mãe (Taraji P. Henson). Em um novo país, onde ele nem mesmo sabe como se comunicar direito, a dificuldade para fazer amigos e as diferenças culturais acabam fazendo sentir-se sozinho num país estrangeiro. Para piorar, ele se torna adversário de um garoto da escola, chamado Cheng. A única pessoa que pode ajudar Dre agora é o zelador, sr. Han (Jackie Chan), que, secretamente, é um mestre do kung fu. Juntos, eles começam a treinar juntos, construindo uma amizade até o combate final com Cheng em um torneio de kung fu.

Para quem já assistiu ao longa-metragem original já percebeu que o roteiro é o mesmo, apenas o elenco e o cenário mudou. A Columbia Pictures prova que a história de “Karatê Kid: A Hora da Verdade” pode ser contada em qualquer época ou local, pois os problemas vividos por Daniel ou Dre são os mesmos que os jovens continuam tendo e vivendo, pois os anos se passaram e mesmo assim, o adolescente continua enfrentando os mesmos problemas, mas de modos diferentes, por isso, que Karatê Kid continuará fazendo sucesso independente do ano em que for visto.

A grande mudança é a troca do Karate pelo KungFu, mas karate é uma luta onde uma pessoa aprende a utilizar as suas mãos ou outros membros do corpo para se defender. O KungFu é uma arte marcial chinesa que surgiu há mais de 4000 anos e é o termo mais conhecido para designar todas as formas de artes marciais, então de um certo modo, existe lógica do filme se chamar Karatê Kid e trazer o protagonista lutando KungFu.

A nova versão de Karate Kid (The Karate Kid) é uma produção voltada para família, não sendo o primeiro trabalho para esse gênero do diretor Harald Zwart, que dirigiu “O Agente Teen” (Agent Cody Banks). Estrelado por Jaden Smith, Jackie Chan e Taraji P. Henson, a nova produção é visualmente muito mais bonita e trabalhada que a original, pelo grande orçamento gasto, mas mesmo sendo um ótimo divertimento, o novo filme acaba pecando para os fãs, que terão a sensação de dejavú, por não trazer nada de novo no roteiro.

 

Nota:
Crítica por: Léo Francisco (PlanetaDisney)