As 10 Melhores Destruições protagonizadas por Nova York

Nova York é a cidade mais populosa dos Estados Unidos e uma das cidades mais importantes e influentes do mundo, já que nela está localizado o principal centro financeiro mundial. Com seus oito milhões de habitantes, com cerca de 18,7 milhões de habitantes na sua área metropolitana, a região onde a cidade se encontra é facilmente a maior de seu país e a segunda mais populosa da América do Norte, sendo superada apenas pela Cidade do México.

Mas é também a cidade com número recorde de destruição nos cinemas. E se os americanos adoram destruir a própria cidade com tufões, monstros gigantes, tsunamis e fantasmas, nós adoramos assistir.

Egocentria americana de lado (já que estamos acostumados), vamos às mais divertidas destruições da Selva de Pedra americana... E rezar para que não destruam nossa imensa (e mais bela) São Paulo.

Eis a demolição:

10. Planeta dos Macacos (1968)

A primeira versão de Planeta dos Macacos fui um sucesso nos Estados Unidos, colocando o gênero de ficção científica entre os primeiros em popularidade. O filme, que estreou originalmente em 8 de fevereiro de 1968 em Nova York, teve uma excelente recepção do público, que permitiu à Fox gerar um lucro de US$ 34 milhões (para um custo de US$6 milhões), o que se converteu em um dos filmes da empresa de maior sucesso na década.

Se durante o filme não vemos a destruição da grande cidade americana, nas cenas finais temos uma das mais chocantes e divertidas cenas do cinema: a estátua da Liberdade imersa em um morro de areia. Ou seja: a cidade foi destruída antes do filme.

Divertido, inteligente e chocante (e milhões de vezes melhor que a refilmagem de 2001).

9. Ghostbusters - O Filme (1984)

Nova York é uma cidade imensa. Mais do que isso, fantasmagórica. Para resumir a situação: um contador nerd e uma secretária/musicista (sim, a personagem de Sigourney Weaver toca violoncelo no filme) são transformados em cães do inferno por uma criatura satânica chamada Gozer, um cara esquisito que poderia ser confundido como irmão do cantor Prince.

A Estátua da Liberdade ganha vida e passeia pelas ruas enquanto das pinceladas de um quadro do século 17 se materializa um maluco em pessoa. Sem contar o monstro gigante, inteiro feito de marshmallow, que acaba com a arquitetura da cidade.

O orçamento de Os Caça-Fantasmas foi de trinta milhões de dólares, sendo que o filme arrecadou 291 milhões de dólares nas bilheterias de todo o mundo.

8. Godzilla (1998)

Versão moderna do monstro japonês criado em 1954. Resultado de testes nucleares franceses, Godzilla aparece no Oceano Pacífico e ruma para Nova York, deixando um rastro de destruição por onde passa.

Na Polinésia a radiação causada por testes nucleares franceses provoca uma transformação na vida da região e uma destas mutações é o surgimento de um réptil colossal. O governo americano, ao descobrir pegadas gigantescas no Panamá, convoca um biólogo (Matthew Broderick) que estava em Chernobyl, estudando as modificações do DNA em virtude de radiação nuclear, mas a missão agora é mais difícil, pois precisa ajudar a descobrir como deter este imenso lagarto que vai para Nova York. Nada impede este monstruoso lagarto e a cidade que nunca dorme acorda assustada quando vê um dinossauro caminhando nas ruas, destruindo tudo no seu caminho. E a pior notícia ainda está por vir, quando o biólogo descobre que o imenso réptil está 'grávido', pois se reproduz de forma assexuada.

Um dos filmes mais fracos da lista, mas ainda diversão garantida (e descartável...).

7. Homens de Preto 2 (2002)

Tudo começa quando dois mergulhadores são atacados por uma estranha criatura no bom estilo 'verme repugnante que vem do espaço e habita o fundo de um rio em NY'. O verme leva um dos mergulhadores para dentro de um túnel subterrâneo e dá de cara com o Agente Jay, que é enviado para controlar a criatura. A partir daí começa uma perseguição bombástica dentro dos túneis de metrô de Nova York, onde o verme praticamente engole um dos trens em que Jay tenta escapar.

A partir daí, somos apresentados a uma destruição pela cidade, com a chegada de um dos piores aliens.

A trama de 'Homens de Preto 2' é ambientada na cidade de New York (jura?) e foi prejudicada pelos atentados terroristas contra os Estados Unidos no trágico e histórico dia 11/09/01, com a queda fatal das torres do 'World Trade Center', que apareciam nas filmagens e tiveram que ser substituídas evitando uma possível reação negativa do público americano.

6. Impacto Profundo (1998)

A vida segue rotineira aqui na Terra (lê-se Nova York, lógico), até que um dia chega a notícia de que um meteoro do tamanho de Nova York está em rota de colisão com o nosso 'pálido ponto azul' e que não vai sobrar ninguém pra contar os corpos se ninguém fizer alguma coisa.

O filme se concentra muito também nos dramas paralelos de personagens sem vínculos, como o problema familiar da repórter interpretada por Téa Leoni e o romance de um casal de adolescentes pentelhos.

O filme tem ótimos efeitos especiais e uma cara produção (dinheiro de Steven Spielberg). Mas mesmo assim é uma bagatela perto do custo intelectual 'Armageddon'. Vale dizer mais uma vez que 'Impacto Profundo', usando o outro filme como base, é um bom filme.

Leo Beiderman é um adolescente vidrado em astronomia. Um dia, juntamente com seu professor, descobre acidentalmente que um cometa, com 11 mil metros de diâmetro, se acha em rota de colisão com a Terra. A comunidade científica acredita que, provavelmente, o impacto deverá ocorrer no mar, provocando uma gigantesca onda que engolirá as cidades litorâneas e próximas ao litoral, a começar por Nova York. Por outro lado, além das perdas humanas e dos gigantescos danos materiais, em pouco tempo as vidas animal e vegetal sofrerão danos irreparáveis.

5. Armageddon (1998)

Eis o filme mais pipoca do mundo, mas ainda assim emocionante.

A NASA recebe o alerta que a Terra tem apenas 18 dias antes de ser atingida por um asteróide do tamanho do Estado do Texas, batizado de Assassino Global. todos os membros do alto escalão do governo americano se mobilizam para encontrar uma solução e o diretor executivo da NASA, Dan Truman (Thornton), apesar do perigo que isto representa, só vê uma chance para salvar o planeta - enviar uma equipe de perfuradores de petróleo para a superfície do asteróide e colocar em seu interior uma carga nuclear capaz de explodi-lo. Estes corajosos homens que nunca imaginaram um dia nem ir para a Lua, de repente transformam-se em heróis para toda a humanidade.

A primeira cidade a ser semi-destruída? Ela Mesmoo!

4. King Kong (2005)

Em pouco tempo, Peter Jackson se transformou em um dos mais respeitados e adorados diretores de cinema. Sua maestria para escrever e dirigir seus filmes com o maior realismo e identidade, mesclando paisagens reais belíssimas e efeitos especiais inovadores, transformam seus filmes em clássicos contemporâneos.

Em Nova York um famoso diretor de cinema não consegue uma atriz para sua próxima produção, pois ninguém quer ir filmar em um lugar não revelado. Assim ele mesmo começa a vagar pelas ruas até que encontra uma jovem pobre, mas muito bonita, a quem imediatamente dá o emprego. A equipe viaja e vai parar em uma ilha desconhecida, na qual os nativos oferecem 'noivas' para Kong, um gigantesco macaco. Após muitos perigos a equipe de filmagens conseguem capturar o macaco, pois pretendem levá-lo para Nova York para ser exibido. Paralelamente o símio se apaixona pela atriz.

Mas quem rouba a cena mesmo é o Gorila título. Com movimentos criados por Andy Serkis (que também faz uma ponta como cozinheiro do navio), o monstro demonstra personalidade e sentimento, e se torna um das criaturas digitais mais reais do cinema.

A cena-chave do filme se passa no Empire State Building e acontece apenas perto do seu final. Mas vale a pena ver Nova York em pânico. Situações fantasiosas, perseguições de ação e cenas belíssimas, dignas de entrar para a história cinematográfica.

3. Independence Day (1996)

Um dos primeiro e pioneiros filmes de desastre. E também um dos mais divertidos.

Naves imensas e poderosas estão sobre as principais cidades do mundo. Desta vez, o objetivo é claro: destruir a raça humana. A curiosidade rapidamente se transforma em pânico quando as naves iniciam o ataque com raios de fogo. Começa a contagem regressiva. Agora, a única esperança está nas mãos de sobreviventes que têm apenas uma chance para tentar o impossível, antes que seja o fim da humanidade!
Nova York, como sempre, é o palco principal do ataque.

Prédios sendo explodidos, fogo incinerando as ruas e tuneis da cidade, e um protagonista tentando salvar a família... diversão do início ao fim.

2. Cloverfield (2007)

J. Abrams é, no mínimo, um dos caras mais intrigantes e inteligentes de Hollywood. Ele começou sua carreira com o pé direito: foi o criador das séries de sucesso 'Lost' e 'Alias'. Agora Abrams está com tudo.

Utilizando uma técnica parecida com o fenômeno que foi 'A Bruxa de Blair', o produtor utilizou mídias em massa e mistérios para divulgar seu novo filme. Durante as apresentações do filme 'Transformers', um sinistro teaser trailer foi exibido, e se tornou um verdadeiro hit na internet. O teaser trailer começa em uma festa caseira, com pessoas comuns, aparentemente saídas do trabalho, bebem tequila e cerveja, comemorando alguma data especial.

A cena é interrompida por um noticiário no jornal, que imediatamente é cortado com a explosão no centro de Nova York. As pessoas da festa deixam o apartamento e olham por uma cobertura, onde são atingidos por bolas de fogo, remanescentes do mesmo clarão. Nas cenas, Nova York é violentamente destruída em uma estranha explosão.
São exatos 80 minutos de projeção, gravados por uma filmadora comum. Logo no início, vemos os apaixonados Rob e Beth, que decidem passar o dia juntos. Logo depois, começamos a participar da festa de despedida de Rob para o Japão, quando um estrondo interrompe o evento.

Todos os eventos narrados à seguir simulam um documentário assustador sobre um monstro gigantesco causando pânico e caos em uma cidade imensa como Nova York.

E o filme é bem sucedido em nos passar a realidade e o pânico dos personagens, muito bem interpretado por atores pouco conhecidos, além de efeitos especiais incríveis. Afinal, até a Estátua da Libertade perde a cabeça em meio ao filme.

1. O Dia Depois de Amanha (2004)

Nosso número um. Pela direção ágil (ou seja, efeitos especiais devastadores) e quantidade de destruição em massa da América do Norte.

'O Dia Depois de Amanhã' começa com uma incrível cena em uma geleira gigante. Um espetáculo de efeitos especiais racham toda a geleira ao meio, em uma das melhores cenas do filme. Após isto, o professor Adrian Hall descobre que uma interrupção climatológica de proporções inconcebíveis está prestes a destruir o mundo, enviando milhões de sobreviventes apavorados para o sul. Indo na outra direção, contudo, está o Hall, um brilhante paleoclimatologista, cujo filho Sam ainda pode estar vivo em Nova York, agora uma cidade devastada e congelada.

As cenas são incríveis, mesmo que já tenhamos visto todas nas propagandas do filme. Os efeitos especiais são maravilhosos e mostram que a tecnologia está avançando a cada filme. Já sobre o roteiro, não podemos dizer que ele é bom, já que não explora a fundo o aspecto da destruição ambiental, mostrando somente a mesma história melodramática de sempre (Pai salvando filho e a humanidade, Casal apaixonado, blá blá blá...).

Mas é claro que o filme se centra nos EUA, e somente neles, como se fossem o único país no mundo. Não espere ver outra cidade sendo destruída a não ser Nova York e Los Angeles. E não é que gostamos disto?

Por: Renato Marafon

Confira todos os CineTOP!

Anuncio